NOTÍCIAS

Baixa de testosterona em homens pode indicar agravamento da COVID-19

28/06/2021

A Sociedade Brasileira de Imunologia apresentou estudo que mostra que a queda do nível de testosterona em homens com Covid-19, pode indicar que a doença tende a se agravar, mesmo que outros indicadores não estejam aparentes.

Segundo a imunologista Cristina Ribeiro de Barros Cardoso, da Universidade de São Paulo e coordenadora do estudo, “trata-se de um sinal que surge, quando ainda há tempo para evitar o agravamento da doença. Já se sabia, prossegue a pesquisadora, que os homens são mais susceptíveis que as mulheres à Covid. Mas o estudo vai além e sugere que a concentração da testosterona é um instrumento de diagnóstico poderoso e pode salvar vidas.

Já sabemos que os níveis de testosterona começam a cair em homens com Covid-19 em quadro moderado, especialmente nos acima de 50 anos. E servem como alerta para o agravamento da doença.“

A pesquisa foi feita em duas etapas: primeiro foram analisados dados de 12 mil homens e 13 mil mulheres com diagnóstico de Covid. Os cientistas escrutinaram todos os fatores possíveis, e o único ponto em comum de casos graves em homens é a queda drástica da testosterona.

O hormônio sexual masculino tem ação anti-inflamatória e alivia um ataque do sistema imune ao próprio organismo. Mas pode prejudicar a resposta rápida a infecções virais, pois a inflamação é a defesa. O estudo ainda está em andamento.

Retornar
© SOCIEDADE BRASILEIRA DE CIRURGIA MINIMAMENTE INVASIVA E ROBÓTICA - SOBRACIL


SSL
Desenvolvido por