NOTÍCIAS

Acupuntura no controle da dor pélvica

23/10/2017

A Acupuntura tem se mostrado eficiente no tratamento da dor pélvica, sendo realizada na maior parte das vezes de forma complementar, potencializando resultados nos casos que não respondem de forma adequada ao tratamento convencional, segundo Maria Stela De Simone, médica de família, fitoterapeuta e especialista em MTC e Acupuntura.

No entanto, explica a especialista, acupuntura não se resume apenas ao efeito analgésico. O alcance terapêutico da técnica também inclui recuperação motora, normalização das funções orgânicas, modulação da imunidade, das funções endócrinas, autonômicas e mentais . Os efeitos sedativo, antidepressivo, anti-inflamatório e de relaxamento muscular são particularmente importantes em se tratando de pacientes com dor pélvica.

Pacientes com dor são estressadas e ansiosas. Durante as sessões de acupuntura conseguem relaxar, até dormir, e ao final, estão mais tranquilas e sentem menos dor. Com o tempo, observa-se melhora no padrão de sono e do humor, diminuição da ansiedade e do uso de analgésicos. Tudo isso atenua os efeitos nocivos do estresse, fator frequentemente associado ao agravamento e manutenção dos sintomas da doença, já que os hormônios do estresse (cortisol, adrenalina, noradrenalina) aumentam a resposta inflamatória e modulam negativamente a resposta imune.

Retornar
© SOCIEDADE BRASILEIRA DE CIRURGIA MINIMAMENTE INVASIVA E ROBÓTICA - SOBRACIL


SSL
Desenvolvido por